quinta-feira, 7 de julho de 2016

Impressionist Tarot: unboxing e comentário


O movimento Impressionista tem como alguns dos seus principais artífices os gênios de Manet, Monet, Renoir, Degas, Van Gogh e Gauguin. E é exatamente inspirado pelo trabalho desses renomados artistas que o designer Arturo Picca criou as 78 lâminas deste deck.
A norte-americana Corinne Kenner, autora de diversos livros e manuais sobre Tarot foi convidada e escreveu o LWB, tão tradicional em forma e estilo da editora italiana Lo Scarabeo.
O resultado é um conjunto harmonioso de cartas cujas imagens, ainda que basicamente clones das criadas por Pamela Colman Smith para o famosíssimo e fundamental Tarot de Rider-Waite, são o suficientemente expressivas e inspiradoras para a leitura cartomântica.
Apesar das figuras nas cartas necessitarem de uma maior atenção, especialmente nas primeiras vezes que manusearmos este deck, a fim de que o Cartomante sinta-se à vontade com suas diferenças e similitudes com as cartas do Rider-Waite, a leitura das mesmas é bastante fácil e não deverá ser um obstáculo ao cartomante com alguma prática.
A qualidade do produto é, como de hábito com os demais decks do Lo Scarabeo, excelente: o tamanho das cartas é o comum para as lâminas do Tarot, a impressão é de qualidade superior e o papel tem a gramatura ideal para facilitar o manuseio e o seu embaralhar, além de ser o suficientemente resistente para durar muito tempo de uso.

Deck: IMPRESSIONIST TAROT
Autores: Corinne Kenner e Arturo Picca
Editora: Lo Scarabeo
Adquirido através da loja virtual SIMBÓLIKA (www.simbolika.com.br)

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

A Folia dos Arcanos Maiores: (XXI - MUNDO)




_”Claro! É um prazer enorme falar com você, querido. Aliás, um orgulho! Sabe, quando eu ainda não era famosa, eu ficava lá em casa assistindo seu programa e pensava como deveria ser bom poder ser entrevistada por você. E olha só! Euzinha, aqui, na frente das câmeras, no seu programa! Sabe, vou te contar um segredinho: eu ainda tenho que ficar me cutucando, de vez em quando, para saber que não estou sonhando. Eu nunca esperava sair da minha cidadezinha, vir para cá, participar daquele programa, enfrentar aquele injusto paredão e, por fim, virar celebridade, sair nas capas das revistas, freqüentar festas Vips como esta, saber que sou querida por tanta gente! Isso dá uma força, uma energia!... Quais os meus planos? Bem, estou estudando propostas. Tem aí uma revista masculina que está quase chegando naquilo que eu pedi, mas estamos em negociação e meu agente pediu pra eu não falar muito no assunto, você entende, né? Então, além disso tenho feito muitos desfiles e já fui até chamada para desfilar no exterior. Também pinta muita propaganda, muito comercial e isso dá uma grana legal e acabei de comprar uma casinha pros meus velhos lá no interior. Meu próximo passo é comprar apartamento na praia. A-do-ro o mar! Fui fazer um trabalho em Salvador e lá me disseram que eu era filha de Iemanjá. Imagina que eu nem sabia! Mas também, gostando de mar, de praia como eu gosto... só podia mesmo ser, né? Fui chamada, semana passada, para fazer um teste para uma novela e estou esperando o resultado. Estou pondo muita fé nisso. Sempre gostei muito de representar, de dançar, de desfilar, de viajar ... Espera aí... Será???...Ai! Meu Deus!... Olha ali! Olha ela aliiiiiii! É a Giselle! Minha ídola! Adoro ela! Adoro! Me disseram que ela também ia estar aqui hoje. Ela também saiu lá da cidadezinha dela, lá no Sul e virou celebridade mundial. Me inspiro muito na história dela, viu. Preciso tirar uma foto com ela! ... Quero muito fazer uma carreira internacional como ela, sabe. O bom da gente ser famosa é que a gente é convidada pra esses eventos e acaba esbarrando em gente que também é famosa, e então as oportunidades vão pintando e... quem sabe, né? Então é muito legal. To adorando. Aqui só tem vip, celebridades mesmo. E queria aproveitar para agradecer a todos os que me deram a maior força pra eu chegar aqui, no topo, apesar da intriga de certas pessoas. Amo vocês! Amo seu programa! Amo você!” _ transmitido de um desses camarotes de cervejaria, durante entrevista dada por uma ex-BBB a um duradouro programa de TV que se dedica à promoção de festas e eventos


Este texto foi criado em 2011 para ser postado durante os dias de Carnaval.
É apenas um exercício associativo entre os 22 Arcanos Maiores do Tarot e personagens fictícios, sempre relacionados à festa de Momo.
Na ocasião em que foram publicados pela primeira vez havia um subtítulo: "O que se ouviu durante o Carnaval", pois o exercício compreendia criar um "monólogo" para cada personagem de tal forma que, através da sua fala, pudesse ser identificado não apenas o Arcano Maior que havia inspirado a sua criação, mas algumas das possíveis características, ou interpretações, desse mesmo Arcano.

(As imagens utilizadas foram retiradas da internet e tem motivo unicamente ilustrativo, em nada comprometendo ou relacionando o texto com  a conduta ou personalidade da pessoa retratada)




A Folia dos Arcanos Maiores: (XX - JULGAMENTO)




_”Deus é grande! São Jorge ouviu nossas preces! Voltamos pro primeiro grupo, graças a Deus. Vocês não imaginam o que isso representa pra moral da nossa comunidade, minha gente! Foi uma injustiça das grandes o que fizeram com a gente três anos atrás. Um crime! Mas Deus é mais! Sangue de Jesus tem poder! Como diz na Bíblia, os últimos serão os primeiros e a gente está de volta no grupo da elite do carnaval! A gente trabalhou muito, dia e noite, o ano todo pra poder fazer esse carnaval e agora vem a recompensa! Obrigado povo brasileiro! Obrigado povo da comunidade! Obrigado aos sábios jurados que reconheceram o nosso valor! Obrigado meu São Jorge guerreiro!” _ declarado por um exaltado presidente de escola de samba ao saber que ela havia voltado para o primeiro grupo

 
Este texto foi criado em 2011 para ser postado durante os dias de Carnaval.
É apenas um exercício associativo entre os 22 Arcanos Maiores do Tarot e personagens fictícios, sempre relacionados à festa de Momo.
Na ocasião em que foram publicados pela primeira vez havia um subtítulo: "O que se ouviu durante o Carnaval", pois o exercício compreendia criar um "monólogo" para cada personagem de tal forma que, através da sua fala, pudesse ser identificado não apenas o Arcano Maior que havia inspirado a sua criação, mas algumas das possíveis características, ou interpretações, desse mesmo Arcano.

(As imagens utilizadas foram retiradas da internet e tem motivo unicamente ilustrativo, em nada comprometendo ou relacionando o texto com  a conduta ou personalidade da pessoa retratada)





A Folia dos Arcanos Maiores: (XIX - SOL)




_ “Menina você não sabe o peso que é isso aqui! Só o resplendor, aqui atrás, pesa mais de 80 kg!!! Mas tá lindo, não tá? Um luxo! São mais de 6.000 plumas de faisões imperiais e avestruzes criados em cativeiro lá na África. Pode??? Eu não faço por menos, né? Quando decidi que este ano ia desfilar de “Hórus, a Águia Dourada do Alto e Baixo Nilo na Noite dos Tempos Sobrevoando o Vale dos Reis” eu falei pra mim mesmo: é pra ganhar! Imagine que a minha vizinha achou que eu ia me vestir de helicóptero, você acredita? Como tem gente ignorante, credo! Olha, escreve aí que quis também prestar uma homenagem a esse sofrido povo do Egito, tadinhos. Viu meu sapato? Viu? Todo em cristais Swarowsky, minha filha, todinho!!! Milhões de cristais! Luxo total, meu amor, lu-xo to-tal!” _ imodestamente alardeado nos bastidores do desfile de fantasias de um luxuoso hotel


 Este texto foi criado em 2011 para ser postado durante os dias de Carnaval.
É apenas um exercício associativo entre os 22 Arcanos Maiores do Tarot e personagens fictícios, sempre relacionados à festa de Momo.
Na ocasião em que foram publicados pela primeira vez havia um subtítulo: "O que se ouviu durante o Carnaval", pois o exercício compreendia criar um "monólogo" para cada personagem de tal forma que, através da sua fala, pudesse ser identificado não apenas o Arcano Maior que havia inspirado a sua criação, mas algumas das possíveis características, ou interpretações, desse mesmo Arcano.

(As imagens utilizadas foram retiradas da internet e tem motivo unicamente ilustrativo, em nada comprometendo ou relacionando o texto com  a conduta ou personalidade da pessoa retratada)




terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

A Folia dos Arcanos Maiores: (XVIII - LUA)




_”Dr. Sig? Desculpe a hora... sou eu, o Ed... ah, reconheceu minha voz?… Não, não, por favor me desculpe estar ligando em pleno carnaval e no meio da noite, mas estou mal, muito mal, doutor... Acho que estou tendo uma crise de ansiedade, acho que vou morrer…não sei... nem sei como explicar pro senhor, doutor. Mas estou muito mal... me desculpe estar incomodando, ligando a essa hora, doutor. O problema? O problema é muito sério, doutor, muito mesmo! Aiiiiiii.... estou muito mal... nem sei dizer o que estou sentindo direito... Minha garganta tá travando, doutor, nem consigo respirar nem enxergar direito... To sufocando... ficando cego... Não, não Dr. Sig, não usei nada disso, doutor. Eu não sou disso, o senhor já sabe. To careta, mas to assim... malzão assim por outro motivo... Nem sei se consigo falar, doutor... estou arrasado.... O que foi que aconteceu? O pior. O pior! O senhor imagina que eu estava aqui no camarote, me divertindo, cercado de amigos, com uma porção de celebridades entrando e saindo, bebida e comida fartas, mulheres lindas, fotógrafos, o pessoal do BigBrother e daí eu vou dar uma olhada no desfile... sabe como é... uma checada, para saber como é que está. E foi aí então que aconteceu, doutor. To olhando o maior carro alegórico e lá encima, bem no alto, cercada por uma porção de marombeiros vestidos de Tarzan, o senhor sabe quem eu vi? Sabe quem estava lá? Sabe quem é que estava lá em cima, nua em pêlo, pintada de dourado, rindo, cantando e sambando feito... feito... feito nem sei o quê, doutor? Minha mãe! Mamãe, doutor. Pode imaginar uma coisa dessas? Como é que isso foi acontecer? Como?... Desculpe, viu, me desculpe estar incomodando o senhor, doutor. Eu sei que não deveria, ainda mais que é carnaval e é muito tarde e o senhor devia estar dormindo, mas eu to mal doutor. Malzão mesmo...” _ entreouvido, sem querer, de um seleto convidado conversando ao telefone, naquele famoso camarote no sambódromo


Este texto foi criado em 2011 para ser postado durante os dias de Carnaval.
É apenas um exercício associativo entre os 22 Arcanos Maiores do Tarot e personagens fictícios, sempre relacionados à festa de Momo.
Na ocasião em que foram publicados pela primeira vez havia um subtítulo: "O que se ouviu durante o Carnaval", pois o exercício compreendia criar um "monólogo" para cada personagem de tal forma que, através da sua fala, pudesse ser identificado não apenas o Arcano Maior que havia inspirado a sua criação, mas algumas das possíveis características, ou interpretações, desse mesmo Arcano.

(As imagens utilizadas foram retiradas da internet e tem motivo unicamente ilustrativo, em nada comprometendo ou relacionando o texto com  a conduta ou personalidade da pessoa retratada)