quinta-feira, 17 de agosto de 2017

"After Tarot": unboxing e comentário


Imagine um deck de cartas de Tarot que, baseado nas imagens do tradicionalíssimo Rider-Waite-Smith, exibe em suas lâminas o que aconteceu (ou teria acontecido) com os personagens e elementos das cartas originalmente criadas por Pamela C. Smith.
A ideia, interessante, visa levar o leitor, o cartomante, a pensar na questão do Tempo. Ao deparar com um personagem numa situação alguns segundos ou minutos posterior à imagem tradicional, o Cartomante poderia utilizar-se desse recurso gráfico para estender, ou recuar, a sua percepção sobre o tema, o assunto, as possibilidades e direcionamentos que as cartas de uma jogada sugerem.
Concebido por Pietro Alligo e com o trabalho artístico de Giulia El Massaglia, a editora Lo Scarabeo coloca no mercado dos oráculos mais um deck com sua inconfundível qualidade: papel de excelente gramatura, impressão impecável, caixa em formato envelope e o "pequeno livro branco" com informações básicas sobre cada uma das 78 cartas em 5 línguas.
É um trabalho bastante curioso, dentro de um mercado cada vez mais sedento de novidades e saturado por uma produção desenfreada. Acredito que esse deck seja interessante para resgatar a atenção do Cartomante, fazendo-o, através das modificações feitas nas imagens originais, repensar os símbolos contidos nas cartas e renovar a linguagem das mesmas.
Deck: AFTER TAROT
Autor: Pietro Alligo
Arte: Giulia E. Massaglia
Editora: Lo Scarabeo
Adquirido no site www.simbolika.com.br

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Imagens e palavras-chaves juntas: decks de cartas para estudantes


Existe, no mercado, uma pequena, mas expressiva, quantidade de decks de oráculos diversos que trazem palavras-chaves, pequenos poemas ou frases curtas que incluem alguns dos significados das imagens constantes em suas lâminas.
Esses decks são criados pensando-se nos estudantes, nos neófitos, naquelas pessoas que desejam conhecer um pouco mais sobre determinado oráculo mas não têm interesse em se aprofundar.
Mas isso não significa que o cartomante com maior experiência e conhecimento não possa tê-los, usá-los e deles fazer bom proveito.
Penso que, quando bem utilizados, eles podem ser um excelente recurso àquelas pessoas que têm mais dificuldade em memorizar as palavras-chaves mais comuns, populares, associadas às imagens das cartas. Claro que o importante é compreendermos o sentido da figura, a noção do símbolo, a razão histórica e, muitas vezes, étnica, da escolha daquela figura, daquele arquétipo para representar uma (ou muitas) ideias, personalidades, atitudes, situações, tempo, etc. Porém, todos os recursos de aprendizagem são válidos quando são apropriados, corretos dentro do sistema a quem se propõem e usados com moderação.
Ficar limitado à essas informações constantes nas cartas de um oráculo nunca será aconselhável, pois elas são limitantes, reduzidas e podem acabar inibindo o Cartomante a manifestar o que ele pensa e/ou intui sobre aquela carta, dentro de um contexto, numa leitura.
A célebre cartomante e escritora Rachel Pollack nunca escondeu que iniciou, já adulta, seus atendimentos com o Tarot interpretando as cartas com o auxílio de livros e manuais (o pequeno LWB) na frente das suas clientes.
Eu mesmo conheci uma cartomante que tinha pequenas anotações (uma palavra, um ou dois símbolos) desenhados ou escritos por ela mesma em suas cartas.
É interessante lembrarmos que há 20 anos, ou mais, não tínhamos quase nenhum material de estudo publicado e divulgado (a não ser os chamados "clássicos esotéricos", de difícil compreensão) e, muito menos, decks diferenciados com os quais pudéssemos nos identificar mais ou melhor. Durante quase 20 anos eu me sentia a pessoa mais rica do mundo porque possuía um deck do Tarot de Marseille e outro do Rider-Waite. Hoje existem milhares dos mais diferentes decks oraculares, além de livros e manuais especializados, à disposição nas prateleiras físicas ou virtuais. Penso que isso é uma grande conquista e que em muito colaborou para que os atuais estudantes tenham ótimas opções de recursos no seu aprendizado e prática.
Espero que este vídeo possa auxiliar a quem está começando agora a encontrar um baralho voltado para a prática dos seus exercícios de aprendizado.

Decks mostrados no vídeo: (basta uma simples pesquisa no Google para encontrar onde e/ou de quem comprar)

Quick and Easy Tarot (U.S. Games)
Fate, Destiny, Fortune (Madam Clara)
Esmeralda Lenormand (Karla Souza)
Estudante Lenormand (Karla Souza)
Alternates Realities Lenormand (Jeri Totten)
Willows East Lenormand (Gretchin Gifford)
Le Newbie Lenormand (Rootweaver)
Jeu Lenormand-Cartes de Bonne Aventure (Carta Mundi)