sexta-feira, 19 de março de 2010

Carta do Dia: 10 DE OUROS

    romanticvictorian10pentacles  O 10 de Ouros é o fim e o começo ao mesmo tempo. É a unidade (1), a atividade, a energia, o yang, a mônada somada ao zero (0), ao potencial absoluto, à energia concentrada pronta para ser explorada ou materializar-se no mundo real.
     O 10 de Ouros, por conseguinte, representa aquele momento em que estamos perfeitamente satisfeitos e seguros de tudo o que temos e somos, após termos vivido todas as possibilidades das cartas anteriores. É a linha de chegada, quando nossas propostas, nossos planos, nossas metas são plenamente cumpridas e estamos completamente satisfeitos com os resultados. Entretanto, uma vida que nos parece absolutamente previsível ou óbvia pode ser bastante aborrecida, sem nos provocar novos desafios ou estimular nossa necessidade de continuarmos em nossa evolução. Ainda assim, estamos satisfeitos.
     Quando relacionamos essa carta ao Passado percebemos melhor que os fundamentos das nossas questões podem estar baseados em situações que envolvem  experiências pessoais ou familiares com dinheiro ou conforto. Muitas pessoas, que crescem em ambientes de uma certa prosperidade, podem desenvolver uma relação bastante complicada com o dinheiro ou com posição social, sentido-se pressionadas a darem continuidade aos projetos familiares, a ampliar a fortuna da família, acabando vivendo as obsessões de seus pais e parentes em relação aos aspectos mais materiais da vida.
     Outra questão que essa carta suscita, na situação Presente, é a possibilidade de duvidarmos da empatia, do afeto e do amor dos que nos cercam, atribuindo o fator interesse a esses relacionamentos, pelo fato de estarmos vivendo prosperamente. Uma coisa a se considerar quando o 10 de Ouros surge numa leitura de tarot, evidentemente dependendo da sua posição e das demais cartas que o cercam, além da questão aventada pelo consulente, é o quanto podemos estar acomodados numa situação confortável, sentindo que não mais produzimos ou nos interessamos por novos projetos, recusando-nos a aceitar outros desafios aos nossos talentos. Às vezes o não correr riscos significa recusar-se a enfrentar a vida. Viver uma vida limitada, ainda que cercada de luxos e conforto, pode não ser o bastante para nos fazer felizes.
     Se estivermos aguardando para uma virada positiva num negócio que já está em andamento, ou sucesso  numa nova transação econômica, ou mesmo no estabelecimento de uma associação ou casamento, essa carta é um dos melhores indicativos de sucesso na posição Futuro. Mas devemos ter em mente que o 10 de Ouros é uma carta que se refere unicamente às finanças e outros valores materiais, não sendo uma carta que garanta felicidade ou satisfação emocional. É uma carta que expressa a possibilidade de viver-se com segurança, porém não necessariamente contentes. Talvez esteja alertando para o fato de estarmos nos apegando demais a conceitos pré-estabelecidos e bastante conservadores para nos permitirmos a busca da verdadeira felicidade.
     O que importa na interpretação do significado das cartas numa leitura de tarot é a maneira em que elas estão agrupadas, avizinhadas, combinadas. Por exemplo: se o 10 de Ouros estiver junto à carta do Imperador (Arcano Maior IV) pode significar que o consulente está se auto valorizando muito, com o ego elevado às altura, achando que o dinheiro (ou outras posses) fazem dele o dono do mundo e todos lhe devem reverências. Se estiver acompanhado do Arcano XIII, a Morte, é um ótimo prenúncio de uma mudança radical na situação econômica de quem consulta com o  fim de um estado de pobreza. Já próximo ao Arcano V, o Hierofante, o 10 de Ouros pode estar prenunciando gastos feitos em forma de doações para igrejas, clubes de serviços, ONGS e até mesmo campanhas políticas. Mudanças na vida do consulente, na forma que ele se comporta ou conduz seus relacionamentos e seu dia a dia podem ser preditos com o surgimento da Roda da Fortuna, Arcano X, em combinação com o 10 de Ouros numa leitura, assim como um estado de total indolência, apatia, preguiça e hedonismo pode ser o que significa o surgimento da Temperança, Arcano XIV, com essa carta. Já com o Carro, Arcano VII, novas e brilhantes idéias irão sugerir ao consulente o que fazer com o dinheiro que tem. Evidentemente todos esses exemplos são ilustrativos e até possíveis, entretanto todo o conjunto das cartas que saem numa leitura deve ser analisado como um todo, além, é claro, sobre qual o assunto, tema, questão ou pergunta está sendo realizada essa tiragem de tarot.
     O importante a ser lembrado, referente a essa carta, é que ela fala de algo que ira permanecer por um longo tempo, muitas vezes ultrapassando o tempo de vida de quem a conquistou ou criou. Uma herança, é um legado que pode sobreviver diversas gerações, ultrapassando os ciclos de vida terrena das pessoas que trabalharam na sua constituição, por exemplo. Ou então, um quadro, um livro, uma escultura, uma peça musical entram para a história e poderão ser vistas, tocadas, executadas e apreciadas muito tempo depois que os seus criadores tiverem desencarnado.
     Aproveite, pois, o dia de hoje para deixar um legado para o futuro. Procure empregar suas energias, seu esforço, seu conhecimento e suas posses em algo que possa durar muito e trazer conforto, segurança, bem estar e alegria para você e para o seu próximo. Usufrua dos benefícios mas pense sempre na sua responsabilidade com o planeta e as próximas gerações. O planeta Vênus, regente das sextas-feiras, está influenciando na abundância e na criação do belo e naquilo que fazemos com amor e pelo amor;  Marte, estimulando o desejo por conquistas e a determinação para a luta; a Lua Nova, expandindo novas idéias e favorecendo o início de projetos, todos são garantia de força, coragem e sucesso no trabalho e na resolução de problemas materiais. Além disso, hoje é véspera do equinócio de Outono, data em que se celebravam os cultos a Atena (gregos) ou Minerva (romanos), deusa da sabedoria e das artes, ela presidia as batalhas em tempos de guerra e as atividades domésticas, quando se fazia a paz. Atena é o modelo de que a batalha pelos nossos ideais, pela nossa segurança, nossos sonhos ou nossa busca pela iluminação interior, pode e deve ser lutada com elegância, otimismo, determinação, fé, diplomacia e sempre na busca de se criar algo melhor, mais elevado e belo.
     Hoje, 19 de Março, é também, para os cristãos, dia de São José, padroeiro dos marceneiros e pai material de Jesus. Homem que no silêncio e na resignação, deixou um legado de alta espiritualidade e do valor e importância do trabalho bem realizado. É um exemplo de que o trabalho pode gerar, não apenas o acúmulo de bens materiais ou a satisfação das necessidades terrenas, mas pode ser um processo de construção pessoal para vivenciar uma riquíssima experiência espiritual.
     Tenham todos um ótimo, produtivo e bastante recompensador dia!
Imagem: ROMANTIC VICTORIAN TAROT

Um comentário:

Agradeço o seu comentário.
Em breve ele deverá ser exibido no Blog.
Namastê!